Portão de Brandemburgo


Esse semestre, no curso de alemão que faço, apresentei um trabalho, junto com meus colegas sobre os pontos turísticos de Berlin. Eu fiquei de falar sobre o Portão de Brandemburgo, e me surpreendi com todas as curiosidades que acabei absorvendo para apresentá-lo à turma.
O Portão de Brandemburgo é um dos pontos turísticos da cidade, e é um dos símbolos de Berlin, tão imponente e belo, conforme vocês podem ver na foto. É o único remanescente de uma série de outras entradas de Berlin, e chama a atenção por ter resistido aos ataques da guerra, tendo já sido restaurado depois do episódio. Durante a ocupação aliada, esteve no lado oriental da cidade, ou seja, no lado Comunista, e foi contraditório ao longo de sua história. Digo contraditório pelo fato de ter sido construído em 1791 como um arco do triunfo, em comemoração a uma vitória prussiana, sendo chamado de "Portão da Paz", mas tempos depois foi incorporado ao muro quando este foi construído em 1961, no auge da Guerra Fria. Durante o período no qual a cidade esteve dividida entre as grandes potências vencedoras da Guerra, o tráfego de pedestres e automóveis foi interrompido, sendo liberado novamente assim que ocorreu a queda do Muro de Berlin (Berliner Mauer). A chamada quadriga, presente em cima do portão, foi instalada em 1793, dois anos após a abertura, mas acabou ficando por lá por pouco tempo, uma vez que Napoleão Bonaparte, ao invadir Berlin, tomou-a, levando-a para Paris. Somente em 1814 a bela quadriga retornou ao seu local.
Hoje o Portão de Brandemburgo é um comovente ícone da reunificação alemã. Podemos notar, portanto, que um só monumento tem vários significados e transmite sentimentos adversos para muitas gerações, dependendo do contexto histórico ao qual estão inseridas. Ao leste do portão encontra-se a Unter den Liden, uma das maiores avenidas da cidade. Em época de Natal, tanto o portão quando a avenida são enfeitadas com árvores, utensílios e muitas luzes, dando um ar ainda mais especial e fazendo a festa dos turistas.
Para quem quer se hospedar próximo ao portão, opções de pousadas, hotéis e albergues é que não faltam, sendo o mais luxuoso o hotel Adlon, construído pelos soviéticos em 1945 e reconstruído em 1997. Uma excelente opção para quem quer ficar com uma bela e privilegiada vista do mundialmente admirado Portão de Brandemburgo.
Não dá nem para aconselhar visitá-lo, já que é parada obrigatória para todos que visitam a cidade, não é mesmo? Portanto, aproveitem!
Para quem gosta muito da Alemanha, de sua história e também da história da Segunda Guerra Mundial e suas consequências para o país, leia o livro Alemanha 1945, do autor Richard Bessel. Um livro altamente detalhista, com muitas referências e histórias que fazem o leitor entender realmente o que passa um povo durante e após uma guerra de "alto calibre" como a que ocorreu. Estou terminando de lê-lo e recomendo!

Espero que eu tenha aguçado em vocês a vontade de visitar e tirar fotos em frente ao lindo Portão símbolo da capital alemã. A bela foto é de autoria do meu namorado, que esteve presente no local em Dezembro de 2009!

Voltarei em breve com mais curiosidades! ^^

Read Users' Comments (2)

2 Response to "Portão de Brandemburgo"

  1. Tiago, on 11 de janeiro de 2011 10:15 said:

    Parabéns por mais um excelente texto! Esse portão realmente é o símbolo de tudo que a Alemanha moderna deseja ser: aberta!
    Aguardo mais textos!

  2. Roberta von Zastrow, on 16 de janeiro de 2011 23:53 said:

    Obrigada pelo carinho, Tiago! Espero escrever mais e mais textos que agradem a todos! E sim, o Portão de Brandemburgo é espetacular, e deve ser mais ainda ao vivo! =)

Postar um comentário